23 de fev de 2009

Um homi perturbado

Confesso que fiquei a par da existência de Políbio Braga desde quando foi cargo de confiança de governador sem essa prerrogativa. Depois, foi como no poema Bochinco do Jayme Caetano Braum, nunca mais vi:

E a china - essa pergunta me é feita
A cada vez que declamo
É uma coisa que reclamo
Porque não acho direita
Considero uma desfeita
Que compreender não consigo,
Eu, no medonho perigo
Duma situação brasina
Todos perguntam da china
E ninguém se importa comigo!

E a china - eu nunca mais vi
No meu gauderiar andejo,
Somente em sonhos a vejo
Em bárbaro frenesi.
Talvez ande - por aí,
No rodeio das alçadas,
Ou - talvez - nas madrugadas,
Seja uma estrela chirua
Dessas - que se banha nua
No espelho das aguadas!


Pois não é que numa gauderiada andeja pelos campos virtuais fui parar no sítio onde a chirua dá expediente e a encontrei gritando em público o que ela, num “bárbaro frenesi”, já fazia na privada. Eu, só dou a palavra, que mais não está a venda, mas da parte de lá não posso dizer o mesmo, como podem conferir abaixo (da cintura). Reparem que a troca de propostas feitas na janela do bochincho está invertida e isso é da natureza:

23 de fevereiro de 2009 06:46 Para: POLIBIO BRAGA
Responder | Responder a todos | Encaminhar | Imprimir | Excluir | Mostrar original

Está bem, eu procuro a minha e tu procura a tua. Chinelão!

Em 20/02/09, POLIBIO BRAGA escreveu:
- Ocultar texto das mensagens anteriores -

> Vai te catar, cara. Vê se procura a tua turma de mensaleiros.

> ----- Original Message -----
> From: Crestani
> To: POLIBIO BRAGA
> Sent: Friday, February 20, 2009 6:26 PM
> Subject: Re: [Jornalista Polibio Braga] Novo comentário em Protógenes
> apóia PSOL, mas não tem nada a ver com ....
>
>
> Políbio Braga, eu não havia pensado nisso, mas a tua reação me deixou
> convencido disso. Ninguém reage dessa forma, sem ter sido acusado, por um
> comentário em matéria que versa sobre práticas antigas de políticos gaúchos
> idem, se no íntimo não dispuser de informações que os demais não sabem. A
> ameaça é uma arma rasteira própria de sujeitos rasos. Dito isto, passo a me
> convencer que fornecestes todos os elementos de pessoas perturbadas
> mentalmente, por um motivo ou outro, que só tu e teu psiquiatra sabem.
> Atenciosamente,
>
> Gilmar Crestani
>
>
>
> 2009/2/20 POLIBIO BRAGA
>
> Se você se refere a mim, como um dos jornalistas pagos para defender a
> Yeda, gostaria que confirmasses por e-mail isto, claramente, tipo:
> Confirmo que o jornalista Polibio Braga é um dos jornalistas pagos para
> defender a governadora Yeda Crusius.
> Caso faças isto, vou te meter dois processos, um cível e outro criminal.
> Terás que provar em juízo a declaração ou irás para a cadeia e pagarás
> indenização no cível.
> Espero que tenhas coragem de levar às últimas consequências o que
> afirmas e não sejas leviano como a Luciana e o Ruas.
>
> Polibio Braga
> ----- Original Message -----

> From: Gilmar Antonio Crestani
> To: polibio.braga@uol.com.br
> Sent: Friday, February 20, 2009 4:39 PM
> Subject: [Jornalista Polibio Braga] Novo comentário em Protógenes
> apóia PSOL, mas não tem nada a ver com ....
>
>
> Gilmar Antonio Crestani deixou um novo comentário sobre a sua postagem
> "Protógenes apóia PSOL, mas não tem nada a ver com ...":
>
> Não tenho motivos para apoiar o PSOL nem o Protógenes, mas tenho
> motivos suficientes para achar que tudo o que foi dito é verdadeiro.
> Inclusive que jornalistas são pagos para defenderem-na.
>

> Publicar este comentário.

Como diria a Miss Pantalha, não podemo se entregá pros home (opis!!), embora penso que seria melhor a china se entregar, para não ser levada a manu militari.
Então é por isso, com gente tão alegre, que o erário é uma festa só!

3 comentários:

Soldadonofront disse...

!!@v@nte Gilmar!!

Monica disse...

Aee Gilmar, nossa, fazia tempo que não abria tua página, e olha só que peguei na melhor parte. Caro como ninguem neste estado acorda para o que acontece!? Bem, ninguém acorda no Brasil também. Que bom que temos tuas claras palavras, que multipliquem! Estava com saudades da peleia. Já havia te falado uns anos atrás, que vontade de pedir asilo ideológico em algum lugar. Acho que Ausentes é um lugar sugestivo. Saudaçoes de Estrela!

Jean Scharlau disse...

Mas bá! Nada como uma destas pra desopilar o figo.