3 de nov de 2004

Sexta-feira 13

Tanto fez que a galera medonha voltou. Não há como negar, Lula, dia após dia, incessantemente, incansavelmente, trabalhou para ressuscitar a velharquia gaúcha. Os transgênicos ressuscitaram Fogaça e o homem do tiquet leite do Sarney, Nelson Proença. O resultado eleitoral no Rio Grande do Sul não podia ser diferente, foi uma surra com vara de guanxuma. O PT foi ser gauche onde antes puLulava a ARENA. Não por acaso abraçado a Maluf... Foi nos grotões, nos currais da troca de votos por comida, onde a ideologia é lombriga, que o PT venceu.
O new PT trocou cabeças por bolsos. Vendeu a ideologia, a decência e a boa índole no mercado mundano do deslumbramento. Foi usar calça comprida vestida de pompa e circunstância, renegando a ética, e metade de sua sigla. Nunca os trabalhadores se viram tão desprotegidos quanto neste período de governo Lula. Que o digam os bancários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal! Antes pelo menos tínhamos o PT que não transigia, que comprava briga, que lutava pela decência na política, no serviço público. Ao se entronizar, o Napoleão de Guaranhuns, foi logo pensando em ser imperador.
Agora, nestas eleições, nós eleitores estamos dizendo: Lula está nu!

Nenhum comentário: