13 de mar de 2010

Imprensa Blat Blat Blat

Os jornalistas do PIG em geral e da RBS em particular, não usam tinta para escrever. A constatação fica cada vez mais evidente pelo mau cheiro que exala das redações.
Por falta de tinta, os jornalistas destes grupos enfiam a caneta no cu para escrever. Isso não é só mau jornalismo, isso atenta contra a saúde pública.
Não bastasse termos água do DMAE com coliformes fecais, agora temos um jornalismo com quantidades assustadoras de merda boiando pelas páginas?!

É sempre o mesmo blá, blá, blá
Começa com um falso dossiê na privada da VEJA. O troço desce pelos canos e logo abaixo já tem as organizações globo captando os tocos. É ou não é o fundo da latrina. A RBS já tinha dado indícios de que andava no lixo. Duvidam, então leiam esta matéria do Cloaca News!

Blat Blat Blat da hora
A revista VEJA, manjadíssima depois do Boimate, se especializou em lançar factóides contra a esquerda em geral, e o PT em particular. Já expeliu fezes e misturou com dólares cubanos, FARC, contas no exterior, e tudo o mais da cartilha encomendada pelo setor de contra informações da CIA. No último fim de semana resolveu ressuscitar uma chantagem antiga de um grupo de São Paulo que atua abaixo do nível do esgoto, sob a batuta de José Serra. Com a manchete "A Casa do PT caiu", a revista faz reporcagem encomendada tentando ressuscitar uma suposta irregularidade na Bancoop, ligada ao sindicato dos bancários de São Paulo. Aquelas marmotas de consultório, que só leem Veja & Caras não devem ter notado.

Capas da Veja
A Veja dedica capa ao tesoureiro do PT, numa suposição já descartada pela Justiça. Mas Veja passa batido com a baixaria do Distrito Federal. Cadê Arruda nas capas da Veja?
Yeda Crusius passa por um tsunami de escândalos aqui no RS. E, veja só, o panfleto dos Civita não a reconhece.
Veja alcovita parceiros de crime, igual traficantes. Os principais envolvidos em corrupção não merecem espaço na VEJA. Conclusão, VEJA, para proteger corruptos, ataca honestos.
Ah, onde mais isso poderia acontecer mais um factóide se não seria na terra do José Serra. Aliás, o tipo de factóide tem a ver com várias outros nascidos na mesma pocilga do PSDB?
Rapidamente as páginas peçonhentas da VEJA foram repercutidas na Globo, Folha, Estadão & RBS. Do alto de suas canetas mal cheirosas, como diria o guro dos mal cheirosos, Boris Casoy, levantaram as mais graves suspeitas contra o PT. É sempre assim, se algo aparece com alguém de esquerda, o PT baila. Se for do DEM, PSDB ou PMDB sequer aparece o partido.

Um cocô chamado RBS

Uma empresa de merda!Uma empresa de merda!

A RBS replicou a mesma porcaria em todos seus veículos, blogs e o escambau. Veja alguns exemplos:
Genesis) Plantão de Zero Hora em 06/03/2010: MP investiga transações bancárias entre Bancoop e PT
1) em 07/03/2010, Zero Hora publicou: MP apura desvio Note que de repente a palavra predileta da RBS nestes tempos de Yeda Crusius desapareceu: suposto...
2) no dia 08/03/2010, depois de toda a repercusão e ainda na rubrica "Desvio de verba", Zero Hora mantém-se no ataque: PT contesta as denúncias do MP E na mesma matéria coloca mais "jornalismo isento e imparcial": Tucanos pretendem ouvir Vaccari em CPI - e de fato, depois de engavetar centenas de CPI a Assembléia Legislativa de São Paulo resolve abrir uma CPI, a do Blat, Blat, Blat.
3) em 09/03/2010, as vacas do Canal Rural mugiram: Bancoop é suspeita de fazer doações ilegais para o PT
4) Rosane de Oliveira, editora de política da RBS, dormiu com o ventilador ligado e, no dia 085/03/2010, cagou: Lama no ventilador
5) Diário Catarinense:
5.1) em 09/03/2010 - Promotor calcula em R$ 100 milhões desvio na Bancoop
5.2) em 10/03/2010 continuou: Tesoureiro é descartado
E, para concluir, o vaso sanitário que margeia o Arroio Dilúvio, na rubrica "CASO BANCOOP", hoje defeca: Cooperativa também atrasou imóvel de Lula.
E já mais não digo a respeito da RBS porque não sou vira-bosta e meu estômago começa a embrulhar.

Sátiro, um antído ao estrume da RBS!Sátiro, um antído ao estrume da RBS!

Blog Luis Nassif
Hoje, 12/03/2010, veja o que publica o blog de Luis Nassif: Juiz nega bloqueio de contas do Bancoop
E compare com a pocilga da Globo: Justiça nega bloqueio de contas da Bancoop e quebra de sigilo de petista
Note que mesmo publicando a decisão, a Globo continua insistindo, com quem diz, não basta entrar na lama, tem que se lambuzar.
É essa máfia que nos quer ensinar, através do Instituto Millenium o que é liberdade de expressão, ética, jornalismo.
Aliás! - Por que não vão tomar no CÚ!

OBS. Quer saber mais sobre a RBS, veja aqui e aqui.

COMO DIZ O AZENHA, do VIOMUNDO
Tudo de novo, igualzinho a 2006

Atualizado e Publicado em 11 de março de 2010 às 21:01

por Luiz Carlos Azenha

Nem para criar um novo jeito de fazer campanha o PSDB/DEM, em consórcio com Globo/Folha/Estadão/Veja, servem.

O modelito é idêntico ao de 2006: uma denúncia requentada, de um promotor "amigo", sai na capa da revista Veja. A Globo repercute no Jornal Nacional de sábado. Os jornalões correm atrás de "novidades" e produzem reportagens repletas de "supostos" e factóides, como o triplex do presidente Lula anunciado hoje com destaque no Jornal Nacional.

De novo, este ano, apenas o local da CPI: não será no Congresso Nacional, mas na Assembléia Legislativa de São Paulo. O objetivo é produzir "fatos" para alimentar a mídia e manter o assunto aceso durante a campanha eleitoral. Trabalho que será complementado pela CPI que investigará o MST em Brasília.

O objetivo é evitar que a candidata Dilma Rousseff cresça nas pesquisas eleitorais, especialmente em São Paulo e no Sudeste, revivendo o fantasma do PT como partido assassino, terrorista e bandido. Garantir a Serra, se de fato ele concorrer, os 70% dos votos paulistas sem os quais ele não tem qualquer chance de vitória.

Funciona? Pode até ser, como quase funcionou em 2006. Não deixa de ser revelador da falta de ideia e de projetos da oposição. E dos recursos à disposição do governador José Serra: uma campanha baseada na propaganda e nos assassinatos de reputação, tocados por mistificadores da estirpe de Reinaldo Azevedo, Otavinho Frias, Ali Kamel, Demétrio Magnoli e grande elenco.

Dá preguiça até de assistir.

Nenhum comentário: