26 de mai de 2004

Culpa in eligendo

Os amigos do José Dirceu revelam-se amigos de recursos públicos. Primeiro o Waldomiro Diniz, agora Swedenberger Barbosa. Também o Lula não tem tido sorte com seus amigos mais íntimos. Toda hora aparece uma denúncia no jornal envolvendo seus comensais. O currupto da ora é Mauro Dutra, da Ágora, que acinte para os gregos! Com ele Lula dá voltas, seja em Búzios ou no Pantanal... Seria mera coincidência que exatamente os dois principais mandatários não sabem escolher amigos, escolham-se ambos como amigos?!
Das duas uma: ou não sabem escolher amigos, sou são corruptos também. Sobra, de qualquer forma, a figura do direito penal: culpa in eligendo. As relações de Lula e José Dirceu, entre si e com seus amigos, é regulada pelo Código Civil (culpa in eligendo), mas os resultados pulam logo para o Código Penal (art. 171).
Perguntar não ofende: - Quem não sabe escolher amigos pode nos dizer o que é bom para toda uma nação?

Um comentário:

JOÃO disse...

culpa in eligendo é um instituto de direito civil, e não penal.