25 de mai de 2004

justo meio

"No elogio e na censura, evitai todo excesso..." - Rebento de Tadeu.
Se aceitamos que governar é assim mesmo, que não dava pra ser muito diferente de tudo que já vimos na última década, afinal de contas, não estaremos perdoando fácil demais? Sem exceder-me, serei eufimístico ao rememorar todos os sonhos que depositei desde os treze anos de idade pra dizer: - Lula, mas que merda!

Nenhum comentário: