6 de dez de 2010

Murivice-Rey

z.cristo_redentor_fluminenseO treinador do Fluminense, Muricy Ramalho, saiu do Inter com a fama de Murivice. Chegava, mas perdia na final. Em 2005 foi vice-campeão gaúcho. Depois, vice-roubado pelo Corinthians. Ia, mas não chegava. Depois foi para o São Paulo e continuou Murivice. No final da Libertadores de 2006, o São Paulo de Muricy perde para o Inter de Abel Braga. Vice-Libertador! A fama parece consolidar.

Mas aí o São Paulo resolve apostar. Concebe um projeto de longo prazo, constitui um bom elenco, e confirma Muricy. A partir daí, Muricy vira especialista em Brasileirão. Campeonato de tiro longo passa pelas mãos de Muricy. Mas para isso precisa de elenco, clube grande e projeto longo. Saiu ou foi saído do São Paulo, atravessou a rua e foi ajudar a Palmeiras. Afundaram. A Luxemburgo coube os funerais, financeiros e futebolísticos, do alviverde. Aí Muricy se retira para o convento da família. Surge então o convite do Fluminense e um patrocinador com dose cavalar de remédio$. A UNIMED receitou o que Muricy pedia. Conca, Beletti, Emerson, Deco. Fred lá estava e por lá ficou. Um time grande com um grande time. Um corro forte alimenta o time. E só não ficou na vice novamente por que a puxada de tapete para o Corinthians foi tão escandalosa que se voltou contra o próprio Corinthians.

Jogador corintiano que caísse na área do adversário era pênalti. Até virou brincadeira: “Paul MacCartney caiu no palco no Morumbi. Se fosse no Pacaembu, seria pênalti”… Não é mero acaso mas sintomático que, tirando os corintianos, os demais, todos, torciam contra o time do Tite. Por ser a maior torcida, nela incluída a imprensa do eixo Rio-São Paulo, tudo parece conspirar a favor do time de André Sanchez. Ronaldo, suspira, dez câmeras registram. O que faz um bom patrocinador!?

Muricy talvez não seja o melhor treinador brasileiro ou o maior especialista em brasileirão, mas já é o Rei dos títulos. Ou escudetos, como dizem os italianos. De qualquer modo, a sorte ajuda os que trabalham. E a ética de Muricy, que abriu mão de ser treinador da Seleção Brasileira para continuar treinador do Fluminense, o premia.

Parabéns, Muricy! Danem-se, corintianos…

Nenhum comentário: