18 de jun de 2004

Deu nisso

Quando a Medida Provisória do Salário Mínimo Petista ainda estava no Congresso, o Planalto esvaziou os bolsos buscando comprar voto a voto dos congressistas. Levou os votos mas foi-se a ética, como as pombas do Raimundo Correa.
Genuino revelou-se um genuino banqueiro com o dinheiro alheio. Foram para os bolsos dos passivos milhões que poderiam ter sido investidos no salário mínimo.
Agora, no Senado, foram mais alguns milhões (153 segundo a FSP). Mas não adiantou, o mínimo ficou em R$275,00, o que é uma merreca. Os petistas desvairados perderam, ficaram nus, sem argumentos e sem defensores.
Deu nisso: um governo sem escrúpulos para pagar banqueiro e mentiroso quanto se trata de pagar a dívida social. Dívida por dívida, a minha pago ajudando limpar a política dessa gente sem um mínimo de valor.

Nenhum comentário: