12 de jun de 2004

Pensar globalmente e agir...

...localmente. Eis aí uma máxima da teoria marxista. Parece não haver dúvida quanto a sua justeza. Teoria, da boa sim, mas teoria. E muitos dos que a professam apontam as injustiças globais mas as praticam em casa.
Tarso Genro, conhecedor das teorias marxistas, autor da Utopia do Possível, é um exemplo pronto e acabado. Solta seu enxame de palavras, eficazes como abelhas africanas, para diagnosticar as mazelas que nos assolam, mas quando tem a oportunidade de mostrar que consegue ir além da teoria é um eficientíssimo... para seus financiadores.
Como Ministro da Educação, Tarso se sente melhor teorizando sobre os malefícios da dívida sobre a educação. Tarso poderia aterrizar e falar Globalmente do governo que participa, e agir localmente para amenizar o abismo que compartilha como co-feitor.
Diferentemente de Arquimedes, o ponto de apoio dos políticos, qualquer que seja, é a palavra. E com elas se movem no mundo.

Nenhum comentário: